Arquivo da tag: #homemmulheresuasdifernças

Homem, mulher e suas diferenças

“Uma dupla explosiva”. Fazendo uma paródia ao filme, mas que é literalmente isso. Como que duas pessoas de gêneros diferentes conseguem ter uma relação harmoniosa? Os homens esperam mais das mulheres, e as mulheres esperam mais dos homens. Mas o que é mais?

A realidade é que um nunca está satisfeito com o outro. As mulheres cobram mais, falam mais, são intensas em tudo, discutem, choram, gritam. Exigem, são pura emoção. Já os homens falam pouco, quase nunca reparam no seu visual novo; coisa que ira as mulheres, querem sombra e cerveja fresca, detestam discutir a relação, são pura razão.

Os tempos patriarcais acabaram faz tempo, mulher hoje tem o seu papel na sociedade, transformaram-se em concorrentes dos homens nos cargos, antes apenas masculinos, mas hoje não é mais assim. A independência, não só financeira, mas em todos os aspectos da vida, foi apresentando ao homem uma nova mulher, não mais aquela que ficava em casa e recebia ordens, mas aquela que sai junto pra trabalhar, divide as despesas, tem amigos, vida social, profissional e vive muito bem sozinha.

Essa nova mulher trouxe um certo desconforto ao homem moderno, mas que ainda é criado para comandar, ser forte e corajoso, afinal a mulher sempre foi o sexo frágil, mas não é mais. É aí que então os homens começaram a demonstrar sua fragilidade, pois homem também chora, sente, tem medo; inclusive de não ser aquele corajoso que foi inventado, nem tudo é como ditaram. Isso acabou sendo bom, pois quanto sofrimento foi causado para se mostrar masculino? E daí se chorar ou sentir medo?

O homem em sua forma de gênero foi criado para ser essa imagem rotulada, criou-se na verdade os agressivos, perturbados, precisam mostrar esse lado, mas nem todos sabem lidar com essa situação, e muitas vezes tornam-se cruéis por não saberem ser diferentes. Foi assim que aprenderam, homem é forte, mulher é fraca.

São dois lados completamente endurecidos pelo tempo, pela vida. Por um lado, o homem vivendo esse conflito interno de ser essa imagem pesada; por outro, a mulher que para se libertar da fragilidade precisou, e ainda precisa, lidar com o preconceito, com os abusos do masculino. Dois seres que não precisavam desses extremos. Era simplesmente viver igualmente. Somos seres humanos, tanto que quando se refere à humanidade chama-se de homem, exatamente um ‘Ser humano’.

Os ajustes no comportamento ainda precisam ser feitos, enquanto houver diferenças entre gêneros, enquanto houver competição, haverá relações desrespeitosas. As crenças precisam ser desmistificadas, para o bem da humanidade.