Arquivo da tag: #amor

Você leva a vida ou a vida te leva?

O que é a vida? Essa é uma reflexão e tanto. Se parar para pensar não sabemos nada, apenas os acontecimentos que passamos ao longo dos anos. Mas espera, como começa a vida? Nascemos numa família; seja ela biológica ou adotiva, aprendemos a conviver e amar aquelas pessoas, nosso corpo cresce, se transforma. Chamamos de pai e mãe, confiamos e acreditamos a quem fomos predestinados. Fazemos amigos, conhecemos milhares de pessoas ao longo da vida, algumas se tornam amigos para sempre, outras simplesmente passam.

Nem todas lembramos mais, outras ficam na memória para sempre; de algumas sentimos raiva, indiferença; de outras, gostamos tanto que nem sabemos por quê. E no meio disso tudo encontramos alguém que escolhemos para amar, no meio de tantas outras pessoas, mas é aquele(a) que queremos.

Somos almas que viemos para nos reencontrar e viver mais uma vida de desafios, alegrias e tristezas, uma gangorra de emoções e dúvidas. Nunca sabemos se estamos certos ou errados, mas uma coisa é certa, sabemos o que é amar. E ao sentir o amor desfrutamos do melhor que somos, do maior sentimento que o ser humano pode viver, a verdadeira essência da vida.

Embora tudo isso seja muito complexo, e ainda temos muito o que aprender, somos energia, e essa não engana, mas o homem ainda não entendeu. Não adianta falar, se o que você faz não condiz com o que fala. Não adianta o sorriso no rosto, se a sua energia amarela o repuxar da boca, o olhar que não tem sentimento, o abraço que não tem energia. O amor não está ali.

Mas por que nos enganamos tanto com as pessoas se sabemos que estão mentindo? Certamente porque nos deixamos enganar, agimos no faz de conta da vida para não nos machucar, mas assim estamos nos punindo, vivendo uma vida que não se quer, deixando com que as coisas aconteçam numa falsa ideia de que aquilo vai passar, vai mudar, vai ficar tudo bem, mas não vai, já não anda tudo bem.

Quando a vida te leva é porque você não tem o controle, mas a intuição te informa o tempo todo, é o vai não vai. Mas você não ouve, não acredita, não segue, mesmo sabendo que não devia, vai e faz. Nos enganamos o tempo todo, o medo de mudar, de tomar a rédea da própria vida; que na maioria das vezes é o que precisa para ser feliz, ficar estagnado, não muda nada.

Toda mudança começa em você, não adianta querer mudar o mundo a sua volta se você não mudar. O primeiro passo é sempre nosso, não espere que alguém faça por você, esse alguém está dentro de você. Arranque-o com toda sua força, seja corajoso com a vida, ela está aí para te mostrar o que você pode fazer. Não se esqueça, somos almas vivendo essa passagem, não estamos aqui para ser o que não queremos, estamos vivendo para aprender a ser o que ninguém nos ensinou, dono da própria vida.