Todos os posts de asletrasdavida

A autora Maristela Prado, formada em Letras, revisora de textos, biógrafa, crítica literária, casada, dois filhos adultos. Meu sonho era ser jornalista mas o destino mudou meus planos e, para não ficar longe da escrita, fui cursar a Faculdade de Letras. Mas a vida me trouxe um marido jornalista e hoje também uma filha jornalista. Para mim a escrita sempre foi a maneira mais marcante da comunicação, é através dela que conseguimos transmitir mensagens capazes de eternizar um fato ou sentimento. As letras me fascinam.

Quando as mulheres enlouquecem

Nós mulheres temos um pouco de loucura e um pouco de razão. Certo que na maioria das vezes usamos mais a loucura, ou não?

Às vezes nos vemos obrigadas a usar um pouco de loucura para sermos respeitadas e ouvidas, fomos criadas para ser mãe, mulher e dona de casa, mas isso já passou, faz tempo. Hoje dividimos as contas, os afazeres domésticos e até o cuidado com os filhos, como podemos ser as mesmas tendo tantas responsabilidades? Mas será que a mulher é vista com capacidade maior ou igual a dos homens? Em muitos lugares sim. Mas nem tudo conspira a nosso favor.

Em pleno séc. XXI ainda ouvimos dos machistas palavras como: “Lugar de mulher é na cozinha” ou no trânsito: “Só podia ser mulher”. Pois bem, se lugar de mulher é na cozinha porque cada vez mais tem homens arregaçando as mangas para fazer os menus? Acho que tem algo errado nesses pensamentos retrógados. Ou ainda, no trânsito. Somos cuidadosas, tanto é que o maior número de acidentes fatais acontece nas mãos de homens.

Como precisamos colocar nossa loucura em prática… são tantas as situações. Impor respeito não é uma tarefa fácil, inclusive nos assédios que sofremos, ainda. Não somos objetos de satisfação de um homem, somos, antes de mais nada seres humanos, temos sentimentos, valores e um enorme desejo de ser entendida. Nossos atos nem sempre nos definem como gostaríamos que fosse, mas nesse mundo cheio de exigências, acaba por nos tornar loucas. Precisamos ter posturas um pouco masculinas, falar, exigir, das as cartas, para termos respeito e voz. E assim conseguimos conquistar nosso lugar.

Então precisamos da nossa loucura, desse descontrole. Só assim garantimos os nossos passos, cada degrau que subimos é uma vitória. Sexo frágil? Não, somos vitoriosas e muito fortes!

Fale sobre você (exemplo de post)

Este é um exemplo de post, publicado originalmente como parte da Blogging University. Inscreva-se em um dos nossos 10 programas e comece o seu blog do jeito certo.

Você vai publicar um post hoje. Não se preocupe com a aparência do seu blog. Não tem problema se você ainda não tiver dado um nome para ele ou se parecer complicado. Basta clicar no botão “Novo post” e dizer por que você está aqui.

Por que fazer isso?

  • Para contextualizar novos leitores. Qual seu objetivo? Por que as pessoas deveriam ler seu blog?
  • Isso ajudará você a se concentrar nas suas próprias ideias para seu blog, bem como o que você pretende com ele.

O post pode ser curto ou longo, uma introdução à sua vida ou uma declaração de missão para o blog, um manifesto para o futuro ou um simples resumo dos tópicos que você planeja publicar.

Para ajudar você a começar, confira algumas perguntas:

  • Por que você está fazendo um blog público, em vez de manter um diário pessoal?
  • Sobre quais assuntos você quer escrever?
  • Com quem você gostaria de se conectar por meio do blog?
  • Se você usar o blog direitinho durante o próximo ano, o que espera conquistar?

Você não precisa se ater a nada disso. Uma das partes mais interessantes sobre os blogs é que eles evoluem constantemente enquanto aprendemos, crescemos e interagimos uns com os outros, mas é sempre bom saber de onde e por que você começou. Além disso, organizar seus objetivos pode dar ideias para outros posts.

Não sabe por onde começar? Escreva o que vier primeiro à cabeça. Anne Lamott, autora de um livro sobre escrita que amamos, diz que você precisa se permitir escrever um “primeiro esboço ruim”. Anne tem razão. Comece a escrever e se preocupe em editar depois.

Quando estiver tudo pronto para publicar, selecione de três a cinco tags que descrevam o foco do seu blog, como escrita, fotografia, ficção, maternidade, gastronomia, carros, filmes, esportes ou o que for. Essas tags ajudarão as pessoas que se interessam por esses tópicos a encontrar seu blog no Leitor. Não deixe de incluir a tag “zerotohero” para que novos blogueiros também encontrem você.